terça-feira, 1 de julho de 2014

Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. 
Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender.

(Raul Seixas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário